Sem avanços na negociação salarial, trabalhadores já avaliam possibilidade de greve